Uma semente que nasceu no oriente, atravessou oceanos e chegou ao Brasil pelas mãos dos portugueses, há mais de 500 anos. Aqui encontrou condições ideais para crescer e se tornar parte da cultura alimentar brasileira.

Pera, Bahia, rio, da terra, seleta, vermelha, lima. Vários tipos e sabores que tornam a laranja uma das frutas mais conhecidas do nosso paladar e a mais produzida no Brasil.

Do interior para o mundo

Hoje o interior paulista é o principal fornecedor de suco de laranja de todo o planeta: três em cada cinco copos consumidos saem do interior de São Paulo.

E foi nesse mesmo chão do interior que em 1963 nasceu a semente da Citrosuco, plantada pela Fischer S.A. A criação da empresa acompanhava a popularização do consumo de suco de laranja iniciado anos antes, dando início ao papel central que o Brasil teria na produção deste insumo nas próximas décadas.

Na década de 1960 os Estados Unidos eram os maiores produtores mundiais de suco de laranja, cenário que começou a mudar na véspera de natal de 1962. Uma grande geada atingiu a Flórida, então maior polo produtor de laranja, reduzindo a menos da metade a oferta do suco americano. Estes mesmos ventos foram responsáveis pela oportunidade de o Brasil crescer e levar sua produção para mercado internacional. Já em 1964 a Citrosuco inicia as obras de construção da fábrica em Matão, SP.

O crescimento da citricultura brasileira é notório. Apoiados pelo mercado externo, na década de 1970 o Brasil deixa de ser um simples fornecedor da fruta “in natura” para se tornar um grande exportador de suco de laranja concentrado.

Em uma década os pés de laranja passam de 10 milhões para mais de 100 milhões. Em 1976 a Citrosuco adquire sua segunda fábrica na cidade de Limeira, SP.

0
milhões de pés de laranja em 1960
0
milhões de pés de laranja em 1970
Acervo Memória Votorantim

Na década de 1980

A Citrosuco inaugura o sistema de carregamento e transporte de suco a granel com um navio que possui um nome mais que apropriado a sua finalidade: Ouro do Brasil! É no final desta década que a Votorantim, futura parceira da Fischer, também finca suas raízes na produção de suco de laranja. Em 1988 planta sua primeira muda na Fazenda Monte Verde, em Itapetininga, SP. Era o início da Citrovita, que em 1990 constrói sua fábrica em Catanduva, SP.

 

Nas décadas seguintes Citrosuco e Citrovita crescem e expandem seus negócios. Chegam ao final dos anos 2000 como o segundo e terceiro maiores exportadores mundiais de suco de laranja.

Em 2010 as duas empresas firmam um acordo para criar a maior empresa produtora de suco de laranja do mundo. Em 2012 nasce a Citrosuco. Com o mesmo nome, é líder do setor, com exportações para diversos países.

Hoje a Citrosuco está muito além do suco. É uma empresa que traz inovação e tecnologia a partir da laranja. Além de sucos e ingredientes que já produz, inova para desenvolver novos produtos e aplicações que demonstram o potencial do negócio.

“Temos claro em nosso horizonte que a citricultura é parte de uma realidade sustentável, saudável e com mais energia. Usar integralmente o potencial da fruta, oferecer produtos que atendam às necessidades atuais e futuras da sociedade e contribuir com o desenvolvimento socioambiental são buscas permanentes que nos desafiam, dia após dia, a nos tornarmos uma Citrosuco cada vez melhor.”

Trecho do Relatório de Sustentabilidade
2017-2018